PortuguêsEnglish
maxresdefault-1994702608.jpg
2022.06.29

Faces Digitais

Português

Com a pré campanha começando mais fortemente, estou trabalhando sem parar gerando vários vídeos para o Youtube, postando e repostando conteúdos no Twitter, Instagram e Facebook (este ainda está bem confuso, mas explico depois).

Além disso, estou num processo de unificação da identidade visual e segmentação dos conteúdos.

Site

Estou constantemente fazendo alterações no meu site. Ele deixou de ser apenas um blog pessoal e se transformou na cara inicial da minha vida profissional. Assim, precisei dar uma cara mais profissional a ele.

Ao menos a página em português, tirei o blog da front page. Assim, só vão aparecer as páginas que eu selecionar. Os meus posts, como este, ficarão numa ala dedicada, com link no rodapé. Penso que devo recolocá-lo num futuro, mas por enquanto, o blog sairá da home. Outra vantagem é fazer com que as pessoas cheguem no rodapé, onde tem outras páginas relevantes. Talvez uma reorganização mais profunda deste rodapé seja necessária.

O título, fontes, cores, fundo… tudo mudou. Mas quero fazer deste site um hub para todos os outros conteúdos e sites. Este é o único lugar que tenho total controle e não disputo espaço com vídeos de gatos, dancinhas e outros políticos.

O meu blog, que sempre teve muito conteúdo em inglês, será normalmente mantido. https://www.brunomassa.com/blog/site-multi-idioma/

Aos ligados em tecnologia, ainda é feito em Hugo.

Instagram

A minha conta pessoal do insta começará a receber conteúdos profissionais. Eu tinha a ideia de ser purista e só conter coisas pessoais, como fotos de família e viagens, mas agora acredito que seja mais simples mesclar tudo.

O perfil do Instagram é de conteúdo mais casual. Não pretendo colocar conteúdos pesados lá. Com pessoas olhando fotos de pessoas viajando, animais e influencers, não vejo como uma plataforma para martelar propaganda.

Como diz Marcelo Vitorino, rede social não é espaço para discutir. É voltada para conectar amigos e entretenimento.

Twitter

Como um grande palco para se comentar qualquer coisa para qualquer um que esteja passando, o Twitter é mais adequado para os conteúdos polêmicos. É atualmente a minha rede social de menor quantidade de seguidores, mas costuma ser bem engajada.

Já que vou colocar praticamente todos os posts curtos, imagens e vídeos curtos que foram no Stories nas outras plataformas e sumiram em 24h.

Mastodon

Se você nunca ouviu falar nele, certamente não é o único. Tem a mesma proposta do Twitter mas é aberto e open source. Vou usar a mesma estratégia do primo rico, mas certamente só por teimosia, pois tenho praticamente nenhum seguidor.

WhatsApp e Telegram

As listas de distribuição e de discussão estão devidamente configuradas. Agora devo começar a atrair as pessoas para se ingressar. Não será o mesmo conteúdo do blog, certamente, pois serão conteúdos mais próximos das redes sociais, unido de calendários e conteúdos de engajamento.

Youtube

O hub de conteúdos longos. Estou gravando dezenas de vídeos e quero dar corpo ao canal. Além de conteúdos específicos de campanha eleitoral, tenho o plano de publicar muita coisa educacional, mais perene. Será um dos legados desta eleição.

Tem a possibilidade de ter lives, que pode ser uma excelente ferramenta para comunicar com muitas pessoas.

Vou integrá-lo bastante no meu site.

Tiktok

Os principais vídeos que forem para o Instagram e no Youtube Shorts, virá aqui. Mas sequer sou usuário, quanto mais criados de conteúdo. Com o tempo, pode ser algo relevante.

Facebook

Tenho usado cada vez menos o Facebook nos últimos anos. Ao contrário das outras redes, ele tem um recurso de página institucional. Isso é ideal para criar páginas para empresas e também personas públicas, deixando nosso perfil apenas para os amigos reais.

Tenho o username @brMASSA a muitos anos, mas resolvi deixar este username para a página pública. Entretanto, o Facebook me passou uma rasteira: ao desvincular minha página pessoal deste username, ele trancou este nome para outros usos. Assim, perdi ele para uso pessoal e tive que adotar outro para a página pública.

Também descobri o quão merda é seu serviço de atendimento ao cliente. Na verdade, é inexistente. Não tem como falar com ninguém lá dentro para ver se resolve meu problema. Mais um motivo para diminuir seu uso.

Entretanto, ainda tem muitas pessoas (muitas mesmo) que só usam o Facebook como rede social, então fica imprescindível. Assim, os links são @brMASSApesssoal e @brMASSAfb

Bruno 𝕄𝔸𝕊𝕊𝔸